ESPORTES

Neymar bate Messi e se aproxima de Ronaldo na marca de 100 gols

Craque do Santos chegou ao centésimo com 20 anos, enquanto argentino tinha 22. Fenômeno estava com 19. Pelé, por sua vez, fez 100 aos 17

07/02/2012 - 09:58:00 - OOBSERVADOR - Matéria Visualizada Vezes

mudar cor mudar tamanho

Neymar bate Messi e se aproxima de Ronaldo na marca de 100 gols

Craque do Santos chegou ao centésimo com 20 anos, enquanto argentino tinha 22. Fenômeno estava com 19. Pelé, por sua vez, fez 100 aos 17

Neymar ganha abraço de Messi na final do Mundial (Foto: Reuters)

Há quem considere absurda a comparação entre Neymar e Messi. Mas se no atual momento existe uma grande distância entre o futebol do santista e do argentino eleito por três vezes consecutivas o melhor jogador do mundo, a trajetória da joia chega a superar a do rival no quesito gols.

Ao balançar as redes pela centésima vez no clássico contra o Palmeiras, no último domingo, com exatos 20 anos, Neymar provou que é mais precoce do que Messi, autor da mesma façanha com 22 anos.

Por pouco tempo, Neymar não superou outro ídolo do futebol mundial: Ronaldo. O Fenômeno, hoje empresário e gerente da imagem do próprio santista, fez o centésimo com 19 anos e quatro dias.

Ronaldo em coletiva da Cpa (Foto: Mowa Press)Ronaldo chegou aos 100 gols como profissional
como apenas 19 anos

Maior jogador de todos os tempos, Pelé prova até nesse quesito por que está acima de qualquer comparação. Antes mesmo da maioridade, o Rei já contabilizava 100 gols, com 17 anos e nove meses de vida. A difença para Neymar, porém, é que o Atleta do Século estreou no profissional com 15 anos, enquanto a joia tinha 17.

Assim como o santista, Messi também fez a esmagadora maioria dos primeiros 100 gols pelo seu clube, o Barcelona. Foram 84 pelo time catalão, oito pela Seleção Argentina principal e mais oito pela de base (veja abaixo).

Além do tempo menor, outro diferencial de Neymar em relação ao argentino é na beleza dos gols. As inúmeras jogadas do craque santista foram tantas que, na segunda vez em que foi indicado ao Prêmio Puskas, de gol mais bonito da temporada, a joia levou o troféu, concorrendo com o próprio Messi.

A obra-prima contra o Flamengo, na derrota por 5 a 4 na Vila Belmiro, no dia 27 de julho de 2011, lhe rendeu a honraria. Em 2010, o golaço marcado contra o Santo André, no dia 4 de fevereiro, perdeu para o de Altintop, pela Turquia.

Se hoje Neymar está muito longe de Messi, os números do garoto de 20 anos provam que ele tem potencial para, quem sabe, igualar o argentino.

Pelé e Neymar em evento do Santos (Foto: Marcos Ribolli / GLOBOESPORTE.COM)

© O OBSERVADOR.com - 2012

Endereço: Rua José Bonifácio, N° 1295 - Bairro Caiari - Porto Velho - RO

Fone: 69 3221 9376 / Email: jornaloobservador@gmail.com

Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, distribuição, comunicação pública e utilização total ou parcial do conteúdo desta página web, desde que cite a fonte.